barra gospel

Que ninguem nos engane

Que ninguem nos engane

cuty minha fan page

3/09/2016

“Ele morreu fazendo o que mais amava”


Pastor morre no púlpito após concluir sermão
O bispo Barnett K. Thoroughgood  terminou de pregar o sermão de domingo em sua igreja, intitulado “Estou aqui para batalhar”, sentou na cadeira que ficava na plataforma e caiu morto.
Os membros Igreja de Deus em Cristo Nova Jerusalém oravam e choravam ao perceber a situação e viram os paramédicos tentarem reanimar o pastor de 62 anos, mas sem sucesso.
“Ele morreu fazendo o que mais amava”, disse Mable Beckett, membro da igreja. Ela conhecia bem o pastor e disse ainda: “Ele viveu para o seu chamado até o final”.
Thoroughgood fundou a igreja Nova Jerusalém cerca de 42 anos atrás. Hoje ela possui mais de 2.000 membros.
O bispo era conhecido por suas mensagens de fogo, cheias de energia. O último sermão de Thoroughgood foi baseado em 2 Crônicas 20:12, exortando os fiéis a manter os olhos em Deus e o invocar nos momentos de necessidade.
“Você deve viver e não morrer”, disse ele no encerramento da mensagem.
Desde sua morte, centenas de mensagens foram enviadas para a página da igreja no Facebook. Emmanuel, filho do pastor, comentou que “este não é um tempo para chorar ou ficar chateado”, mas em vez disso “devemos louvar”.
As circunstâncias da morte de Thoroughgood chamaram a atenção de várias pessoas, incluindo artistas. Cantores de hip-hop como Missy Elliot, Pharrell Williams e Timbaland frequentam a Nova Jerusalém.
Timbaland twittou às centenas de milhares de seguidores, “Descanse em paz meu pastor, um verdadeiro anjo: Bispo Barnett K Thoroughgood.” Até o cantor Justin Bieber, conhecido pela sua fé, comentou o ocorrido.
Durante um programa de TV, Thoroughgood explicava que “Estar em um bairro de baixa  renda nos apresenta muitas demandas. Não estamos interessados ​​em manter as pessoas nesse nível”, acrescentou. “Estamos interessados ​​ não só em mostrar-lhes Cristo, mas também os benefícios de estarem ligados a Cristo.”

(IPSI) IGREJA . P. SOLDADO DE ISRAEL | soldado de israel

(IPSI) IGREJA . P. SOLDADO DE ISRAEL | soldado de israel

O amor é paciente,

O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor. O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
1 Coríntios 13:4-7

3/08/2016

Os mandamentos

Os mandamentos 

Como nosso pastor jarbas costuma dizer, os mandamentos de Deus são para nossa proteção. Eles nos afastam da ação e da prática do mal. Deus conhece todas as coisas e sabe o que é melhor para nós, por isso, Sua Lei é escudo e proteção. Sua Palavra nos guia por pastos verdejantes (Salmo 23.2) e impede que tropecemos (Salmo 119.105).
No processo de renovação da mente corremos o risco de apenas enxergarmos o lado negativo dos mandamentos: não faça, não toques. Parece que somos impedidos de viver. E como boa parte dos prazeres que o sistema caído deste mundo nos oferece são contrários à vontade de Deus, temos a impressão de que, se formos obedientes tudo será proibido.
A desobediência proporciona uma ilusória sensação de liberdade. No entanto, ela é utópica, pois a pessoa torna-se escrava do pecado e de suas consequências. A Bíblia nos diz: “Não sabem que, quando vocês se oferecem a alguém para lhe obedecer como escravos, tornam-se escravos daquele a quem obedecem: escravos do pecado que leva à morte, ou da obediência que leva à justiça?” (Romanos 6.16).
Desobedecer aos mandamentos é ignorar uma sinalização de advertência: se não levamos em conta sua mensagem, nos expomos ao perigo que pode nos levar à morte. Ficamos sujeitos às consequências de nossos atos. Ao passar por tribulações, tendemos culpar o inimigo e, até mesmo Deus, quando na realidade, elas podem ser o resultado da transgressão de um mandamento.
Colhemos o que plantamos. A Palavra de Deus não mente. Ela diz: “Os mandamentos do Senhor não são penosos” (1 João 5.3). E nem pesados, são fáceis de serem seguidos. Então, por que a dificuldade em cumpri-los? O novo nascimento é a primeira condição para se cumprir a Lei do Senhor (2Co 5.17).
Na regeneração recebemos um novo coração e o nosso espírito é restaurado, nos ligando às coisas de Deus. Recebemos a mente de Cristo, começamos a querer pensar como Jesus pensava e fazer o que Ele fazia. É essa transformação espiritual que faz com que os mandamentos sejam leves.
De fato, é impossível fazer a vontade de Deus sem antes nascer de novo. Mesmo depois da conversão, há dificuldades em cumprir a vontade de Deus. Isso acontece porque estamos num processo de crescimento espiritual. O nosso espírito foi renovado, mas nossa natureza carnal não. E como disse o apóstolo Paulo, a carne luta contra o Espírito, pois são de naturezas diferentes (Gl 5.17).
Precisamos fortalecer nosso espírito em detrimento de nossa carne. E nessa circunstância precisamos da ajuda do Espírito Santo e de irmãos mais experientes na caminhada cristã.
Aprendemos que na vida cristã ninguém cresce sozinho. Esse é o discipulado. Nosso ministério existe para dar suporte aos irmãos novos na fé. Portanto, se você deseja ser batizado, se transferir para a Igreja Batista da Lagoinha ou quer ser um discipulador, entre em contato conosco – (31) 3429-1500 / 98878- 0119 – pastores Emerson Caetano e Leandro Martins

Como pode um cristão não ser feliz?

Como pode um cristão não ser feliz?

“Como é feliz aquele que não segue o conselho dos ímpios, não imita a conduta dos pecadores, nem se assenta na roda dos zombadores! Ao contrário, sua satisfação está na lei do Senhor, e nessa lei medita dia e noite.” (Sl 1.1,2 NVI)
A falta de felicidade na vida do cristão tem uma razão. Mas um cristão pode não estar feliz? Por incrível que pareça, mesmo tendo a alegria habitando em você, você pode estar triste. O salmista começa seu texto trazendo resposta à seguinte pergunta: como um cristão pode não ser feliz? A resposta é simples, mas merece gastar um tempo com ela para se ter um entendimento mais profundo.
O maior ladrão da sua felicidade é você mesmo! Como? Quando você deixa de ter prazer na lei do Senhor e de meditar nela.
Normalmente, inicio a ministração da Palavra declarando o meu amor por ela. Eu amo a Bíblia, ela é a Palavra de Deus. Aprendi a amar a Bíblia. Não nasci amando, mas a cada dia que me relaciono com ela a amo mais. Muitas pessoas não têm prazer na Palavra, pois simplesmente não leem a Bíblia. Não investem tempo se debruçando sobre ela na expectativa de conhecer a Deus e ouvir a Sua voz. Para essas pessoas a Bíblia é somente um livro antigo, cheio de regras. Não conseguem achar a vida que alguns dizem existir nela. Por ter até mesmo uma imagem deturpada de Deus só conseguem enxergar escravidão na Palavra que liberta.
Lembro-me como se fosse hoje de pessoas que Deus colocou na minha vida que me ajudaram nesta caminhada de descobrir a Palavra de Deus. Sou grato a Deus por essas pessoas que me inspiraram e ajudaram a enxergar que a Bíblia não é um simples conjunto de regras, que se não seguir vou “me dar mal” para sempre. Essas pessoas ajudaram-me a ver que a Bíblia é o meu Pai celeste instruindo-me a como alcançar tudo o que é bom, perfeito e agradável e me contando a maior história de amor que já aconteceu, em que sou o alvo deste amor e ele é o protagonista principal.
O amor pela Palavra de Deus é algo muito importante na vida do cristão. Aquele que não ama a Palavra de Deus está se distanciando de Deus.
• Se eu não tenho prazer na Palavra vou dar ouvidos aos conselhos do mundo
Os conselhos dos ímpios só fazem sentido quando estou afastado ou ignorante em relação à Palavra de Deus.
Quantas pessoas ainda buscam conselhos com pessoas que não têm o temor de Deus. Sem o temor de Deus sempre estarei fazendo a coisa errada, pois o temor do Senhor é o princípio da sabedoria. Todas as vezes que você busca conselhos em pessoas que não têm o temor de Deus, você está dando ouvido a tolices.
O conhecimento deste mundo pode levá-lo a alcançar muita coisa, mas nunca vai levá-lo a viver a perfeição. Só na Palavra encontramos o que é perfeito. Só nela achamos o conselho certo.
A Bíblia fala sobre tudo, sobre todas as áreas da vida. Se você a tiver como seu guia de conduta com certeza será feliz, pois viverá o que é bom e agradável.
• Se não tenho prazer na Palavra vou preferir conduzir a minha vida como os pecadores
Se existe alguém que você deve imitar é Jesus, e a Palavra nos encoraja a fazer isso. Às vezes temos uma imagem muito superficial de Jesus. Ele não veio a terra para nos ensinar a ser Deus, Cristo veio nos ensinar a sermos homens. Ele se esvaziou de sua glória e viveu na Terra como todo filho de Deus deve viver. Ele não andou na Terra criando outros planetas, andou criando relacionamentos. Ele era 100% homem.
A vida de Jesus deve ser não somente uma inspiração, mas uma imitação. Você deve andar como Ele andou, seguir os seus passos, em outras palavras, se vestir dele.
Certo dia, vi uma criança com a família na rua vestida com a roupa do super-homem. Na mente daquela criança creio que ela se via como o super-homem, talvez olhando para as pessoas com sua visão de raio x, levantando as coisas mais pesadas do mundo com um dedo. Não é assim quando somos crianças? Tentamos até mudar o tom da voz, o jeito de andar, quando não mudamos até de nome…!
Está na hora de você se vestir de Jesus!
Talvez você esteja pensando: “Mas eu não consigo imitar Jesus!”
A imitação acontece naturalmente e basicamente em duas ocasiões:
1. Quando admiramos uma pessoa;
2. Quando convivemos muito com uma pessoa;
Temos falhado em imitar a Jesus pelos mesmos motivos: por não admirá-lo ou por não ter relacionamento com Ele.
Não adianta, imitando o pecador você não será feliz. Querendo ser como todo mundo é você terá o mesmo que eles têm: um sorriso falso no rosto por um momento breve de ilusão.
O estilo de vida de Jesus nos leva à realização e traz felicidade no nosso dia a dia
• Se eu não tenho prazer na Palavra vou escolher ter comunhão com as trevas e me afastar da luz.
Quantos vivem uma vida dupla… Na igreja só falam de Deus, mas fora dela só dão ouvidos ao diabo.
Quantos dão ibope para programas que só escarnecem de Deus. Riem e contam piadas que são contrárias aos princípios da Palavra de Deus. Não falam, mas aprovam com seu silêncio as obras infrutuosas das trevas. Depois não sabem por que estão tristes, estão negando a sua própria nova natureza e querem ter plena alegria. Quanta ilusão!
Somente um relacionamento íntimo com Deus e com a Sua Palavra pode trazer felicidade para o seu dia a dia. É desta forma que você irá usufruir do depósito divino que está em você.

3/07/2016

Grandes são os desafios que enfrentamos a cada dia.


Grandes são os desafios que enfrentamos a cada dia. Eles levam o cristão a refletir sobre as estratégias que deve adotar para vencê-los. Porém, às vezes, eles são tantos que o desânimo e a falta de coragem levam o crente a pensar em desistir. Mas é necessário confiar em Jesus e saber que com Ele a vitória sobre todos os desafios é certa, Jo 16: 33. Baseados em 2Crônicas 32: 1-23, vejamos algumas orientações para vencer os desafios da vida cristã.
Visualize bem os inimigos da fé, v. 2. Só é possível vencer aquilo que você sabe que existe e que está vendo: “o prudente vê o mal e esconde-se; mas os simples passam adiante e sofrem a pena”, Pv 27: 12. Há muitas coisas que achamos que são normais, mas elas são grandes barreiras à ação de Deus em sua vida. Sem ajuda do Senhor, sua fé em Jesus irá enfraquecer, Pv 13: 12.
Tenha comunhão com o povo de Deus, v. 3; Ne 2: 17-18. Compartilhar problemas com pessoas de confiança, receber conselhos de crentes mais experientes e manter bom relacionamento com o povo de Deus ajudará nas horas difíceis. Uma brasa fora da fogueira se apaga, mas junto do fogo ela se mantém viva. Por isso, jamais abandone a sua igreja ou deixe de participar de suas atividades.
Proteja o que é realmente importante, v. 4; Js 7: 15, 19-21. Separar o joio do trigo ajudará o crente a descobrir exatamente em que deve concentrar as suas energias. Há certas questões que precisam ser resolvidas agora, hoje, porque podemos viver algum tempo sem ela. Há outras que devem ser eliminadas para sempre. Devemos manter só o que é benéfico para a fé cristã.
Esteja preparado para as provações, v. 5; 1Sm 17: 34-36. Problemas fazem parte da vida, por isso é fundamental estar sempre na presença de Deus para quando chegarem os tempos difíceis. No Senhor sempre há forças para vencer.
Seja submisso às autoridades constituídas por Deus, v. 6. Se não concorda com alguma questão, converse particularmente com seu líder e deixe claro que não está afrontando a ele. Pelo contrário, está querendo compreender uma questão para melhor obedecer: “Todo homem esteja sujeito às autoridades superiores; porque não há autoridade que não proceda de Deus; e as autoridades que existem foram por ele instituídas”, Rm 13: 1.
Confie no poder de Deus, vs. 7-8. A vida cristã só é possível através da fé no Senhor Todo-poderoso. Então, desenvolva a sua fé através da leitura e meditação da Bíblia, da oração e do jejum.
Compreenda a vontade de Deus, v. 20; Js 6: 1. Você só vai conseguir colocar o que o Senhor quer da sua vida se descobrir e entender a vontade d'Ele para você. Caso contrário agirá de acordo com os desejos de seu coração e achará que é Deus que está mandando.
Espere o agir de Deus. É preciso esperar a graça de Deus em nosso favor, vs. 21-22; Gn 20: 1-3. O tempo do Senhor não é o mesmo que o do ser humano. Por isso, ter um pouco de paciência ajudará discernir o tempo de Deus e, naturalmente, a hora de agir para receber as bênçãos celestiais.
Agradeça as bênçãos recebidas, v. 23; 2Cr 33: 16. Gratidão também faz parte da vida cristã. Se já se acostumou a só pedir, pedir, pedir... Está na hora de permitir que o Espírito Santo mude sua estrutura básica de pensamento a tal ponto que o agradecimento ao Senhor passe a fazer parte dela.
Testemunhe os feitos do Senhor, v. 23; Sl 126: 2. Há muitas pessoas que não conhecem o poder de Deus e nem a Jesus. Por isso adquira o hábito de comunicar as bênçãos recebidas da parte do Senhor. Isso vai edificar a fé das pessoas que passarão buscar mais a Deus e aprenderão a agradecer a Ele pela ação em favor de Seus filhos.

3/05/2016

Seis passos para vencer as grandes dificuldades da vida

Seis passos para vencer as grandes dificuldades da vida

.
Foto: João Cruzué


Primeiros ensinos cristãos

"Disse Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crer em mim, 
ainda que esteja morto, viverá.” São João 11:25.

Cristão é aquele que crê e segue os mandamentos de Cristo; em qualquer situação que você estiver, se tiver a coragem de aceitar Jesus, com certeza o mesmo Jesus vai lhe ajudar a vencer as dificuldades – grandes e pequenas – da sua vida.

Foi o mesmo Jesus que também falou: “Vinde a mim, todos os que estão cansados e oprimidos e eu os aliviarei”.

O primeiro passo para uma vida vitoriosa é aceitar JESUS.

O segundo passo para ter uma vida vitoriosa é conhecer e entender a vontade de Deus para sua vida. Só existe um caminho para isto: ler a Bíblia sempre e fazer um curso bíblico adequado, para compreender os segredos bíblicos. Jesus disse: “A quem quer que tiver sede, de graça lhe darei da fonte da água da vida”.

O terceiro passo para uma vida vitoriosa é adquirir o hábito da oração nas suas várias formas: ação de graças, petição, intercessão, clamor etc., e também aprender sobre o jejum. Oração e Jejum são duas armas que, se usadas de acordo com a vontade de Deus, derrubam qualquer muralha.

O quarto passo é a conversão verdadeira. O abandono sincero das más companhias, dos maus hábitos, da idolatria, dos vícios, dos palavrões, da prática da mentira, da avareza, do egoísmo, de qualquer tipo de prostituição, da sodomia; pois, aquele que aceita Jesus de coração tem força necessária para se libertar das correntes do pecado.

O quinto passo é produzir frutos para Cristo na vida cotidiana: trabalhando, esforçando-se, perdoando ofensas novas e antigas – condição imposta para ser também perdoado. O lugar de produzir frutos é no trabalho, na escola, na profissão, na família, na Igreja, no comércio etc. O fruto a ser produzido é: a alegria, a paz interior, a humildade, a paciência, persistência, o coração perdoador, a capacidade de ouvir conselhos, temperança de comportamento (evitar os extremos ), o respeito as autoridades constituídas.

O sexto passo é buscar o batismo com o Espírito Santo verdadeiro. Ele é aquele que nos leva até Jesus, que nos aproxima de Deus, a voz que fala ao coração do cristão fiel. Um coração limpo e convertido é o templo do Espírito Santo. Ele não mora em um coração sujo. Quando Ele é convidado a entrar – a sujeira vai embora; e quando ela pouco a pouco está de volta, Ele também, na mesma proporção, vai se entristecendo, se apagando, vai saindo até o dia em que abandona definitivamente o ex-cristão.

O Espírito Santo é o guia, o conselheiro, a voz que dirige o cristão dentro da vontade do Senhor Jesus. Amizade íntima com o Espírito Santo é alegria, paz, poder para ganhar muitas almas perdidas, coragem para pregar a palavra de Deus, força para renúnciar as prática mundanas. Tudo com Ele – e nada sem Ele. Depois que Jesus subiu para o céu de glória, Ele foi enviado e está presente todo o dia conosco. A presença do Espírito Santo em nossa vida é a garantia de que quando Jesus voltar para buscar sua Igreja, estamos preparados e subiremos ao encontro dele.

Para andar um quilômetro, já foi um bom começo.

3/04/2016

Se amamos a Deus

Se amamos a Deus, as coisas do mundo perdem a sua atração. A Bíblia diz em 1 João 2:15-17 "Não ameis o mundo, nem o que há no mundo. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não vem do Pai, mas sim do mundo. Ora, o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus, permanece para sempre." 
Não se pode desfrutar dos prazeres do mundo e ser amigo de Deus ao mesmo tempo. A Bíblia diz em Tiago 4:4 "Infiéis, não sabeis que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus." 
Que tipo de atividades não são aprovadas por Deus? A Bíblia diz em Gálatas 5:19-21 "Ora, as obras da carne são manifestas, as quais são: a prostituição, a impureza, a lascívia, a idolatria, a feitiçaria, as inimizades, as contendas, os ciúmes, as iras, as facções, as dissensões, os partidos, as invejas, as bebedices, as orgias, e coisas semelhantes a estas, contra as quais vos previno, como já antes vos preveni, que os que tais coisas praticam não herdarão o reino de Deus." 
Não copie as novidades populares deste mundo. A Bíblia diz em Romanos 12:2 "E não vos conformeis a este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus." 
Quando conhecemos a Jesus, perdemos interesse neste mundo. A Bíblia diz em Gálatas 6:14 "Mas longe esteja de mim gloriar-me, a não ser na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim e eu para o mundo." 
Evite certas filosofias mundanas. A Bíblia diz em Colossenses 2:8 "Tendo cuidado para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo." 
Viva a sua vida como se o seu lar estivesse no céu. A Bíblia diz em 1 Pedro 2:11 "Amados, exorto-vos, como a peregrinos e forasteiros, que vos abstenhais das concupiscências da carne, as quais combatem contra a alma."

3/01/2016

SEIS PASSOS

SEIS PASSOS













.

Disse Jesus: “ Eu sou a ressurreição e a vida; quem crer em mim, ainda que esteja morto,
 viverá”
Evangelho São João 11:25.

Cristão é aquele que crê e segue os mandamentos de Cristo; em qualquer situação que você estiver, se tiver a coragem de aceitar Jesus, com certeza o mesmo Jesus vai lhe ajudar a vencer as dificuldades – grandes e pequenas – da sua vida.

Foi o mesmo Jesus que também falou: “Vinde a mim, todos os que estão cansados e oprimidos e eu os aliviarei”.


O primeiro passo para uma vida vitoriosa é aceitar JESUS.

O segundo passo para ter uma vida vitoriosa é conhecer e entender a vontade de Deus para sua vida. Só existe um caminho para isto: ler a Bíblia sempre e fazer um curso bíblico adequado, para compreender os segredos bíblicos. Jesus disse: “A quem quer que tiver sede, de graça lhe darei da fonte da água da vida”.O terceiro passo para uma vida vitoriosa é adquirir o hábito da oração nas suas várias formas: ação de graças, petição, intercessão, clamor etc., e também aprender sobre o jejum. Oração e Jejum são duas armas que, se usadas de acordo com a vontade de Deus, derrubam qualquer muralha.

O Quarto passo é a conversão verdadeira. O abandono sincero das más companhias, dos maus hábitos, da idolatria, dos vícios, dos palavrões, da prática da mentira, da avareza, do egoísmo, de qualquer tipo de prostituição, da sodomia; pois, aquele que aceita Jesus de coração tem força necessária para se libertar das correntes do pecado.O quinto passo é produzir frutos para Cristo na vida cotidiana: trabalhando, esforçando-se, perdoando ofensas novas e antigas – condição imposta para ser também perdoado. O lugar de produzir frutos é no trabalho, na escola, na profissão, na família, na Igreja, no comércio etc. O fruto a ser produzido é: a alegria, a paz interior, a humildade, a paciência, persistência, o coração perdoador, a capacidade de ouvir conselhos, temperança de comportamento ( evitar os extremos ), o respeito as autoridades constituídas. 

O Sexto
 passo é buscar o batismo com o Espírito Santo verdadeiro. Ele é aquele que nos leva até Jesus, que nos aproxima de Deus, a voz que fala ao coração do cristão fiel. Um coração limpo e convertido é o templo do Espírito Santo. Ele não mora em um coração sujo. Quando Ele é convidado a entrar – a sujeira vai embora; e quando ela pouco a pouco está de volta, Ele também, na mesma proporção, vai se entristecendo, se apagando, vai saindo até o dia em que abandona definitivamente o ex-cristão.


O Espírito Santo é o guia, o conselheiro, a voz que dirige o cristão dentro da vontade do Senhor Jesus. Amizade íntima com o Espírito Santo é alegria, paz, poder para ganhar muitas almas perdidas, coragem para pregar a palavra de Deus, força para renúnciar as prática mundanas. Tudo com Ele – e nada sem Ele. Depois que Jesus subiu para o céu de glória, Ele foi enviado e está presente todo o dia conosco. A presença do Espírito Santo em nossa vida é a garantia de que quando Jesus voltar para buscar sua Igreja, estamos preparados e subiremos ao encontro dEle.

2/27/2016

bíblia-evangelica1. O QUE É A BÍBLIA?

A Bíblia é a revelação da verdade à humanidade. Ela mostra a realidade do pecado, o plano de Deus para salvar o homem e a sua plena vontade para a nossa vida. A Bíblia não pretende de forma alguma provar a existência de Deus. Em Salmos 97.6 lemos assim: “Os céus anunciam a sua justiça, e todos os povos vêem a sua glória.” (Salmos 97.6) Crer é o meio que Deus estabeleceu para sermos salvos. Jesus se expressou assim: “Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado.” (Marcos 16.15,16) 

2. O AUTOR DA BÍBLIA

Deus é o autor da Bíblia; sobre Ele está escrito: “Ele é a Rocha, cuja obra é perfeita, porque todos os seus caminhos justos são; Deus é a verdade, e não há nele injustiça; justo e reto é.” (Deuteronômio 32.4) Partindo desta fiel declaração, podemos afirmar que:

2.1 A Bíblia é a verdade

Já que Deus é a verdade, não há erros nem contradições em sua Palavra. Ela é, portanto digna de toda confiança. Assim está escrito:
“A lei do Senhor é perfeita, e refrigera a alma; o testemunho do Senhor é fiel, e dá sabedoria aos simples.” (Salmos 19.7)
“O temor do Senhor é limpo, e permanece eternamente; os juízos do Senhor são verdadeiros e justos juntamente.” (Salmos 19.9)
“O caminho de Deus é perfeito; a palavra do Senhor é provada; é um escudo para todos os que nele confiam.” (Salmos 18.30)

2.2 A Bíblia é inspirada por Deus

Os escritores da Bíblia embora em culturas e idiomas diferentes; lugares e épocas também diferentes, todos escreveram sem nenhuma contradição. Deus supervisionou os escritores da Bíblia de modo que eles escreveram o que Ele tinha em mente. A bíblia declara:
“Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo.” (2 Pedro 1.21)
“Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça; Para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra.” (2 Timóteo 3.16)

2.3 O tema central da Bíblia é Cristo

Ao longo da Bíblia Deus revela seu plano para salvar a humanidade. Um resumo básico da Bíblia seria: A criação do mundo, a corrupção do mundo e a redenção do mundo. Cristo como Salvador da humanidade ocupa o centro das Escrituras. Ele disse:
“Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam.” (João 5.39)
“Porventura não convinha que o Cristo padecesse estas coisas e entrasse na sua glória? E, começando por Moisés, e por todos os profetas, explicava-lhes o que dele se achava em todas as Escrituras.” (Lucas 24.26,27)
O apóstolo Paulo também escreveu sobre Cristo:
“O qual se deu a si mesmo por nossos pecados, para nos livrar do presente século mau, segundo a vontade de Deus nosso Pai.” (Gálatas 1.4)
“Porque primeiramente vos entreguei o que também recebi: que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras.” (Coríntios 15.3)

2.4 A Bíblia revela o que é certo e o que é errado

No Antigo Testamento os sacerdotes tinham a responsabilidade de ensinar a verdade ao povo de Israel. Em Ezequiel 44.23 lemos assim: “E a meu povo ensinarão a distinguir entre o santo e o profano, e o farão discernir entre o impuro e o puro.”Então aBíblia fala sobre o caminho da vida e os caminhos da morte, o estilo de vida do homem justo e o estilo de vida mundano, daquele que serve a Deus e daquele que não o serve. Um verdadeiro filho de Deus leva em conta os princípios da Palavra de Deus em sua vida. Veja os textos abaixo:
“Como filhos obedientes, não vos conformando com as concupiscências que antes havia em vossa ignorância; mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver, porquanto está escrito: Sede santos, porque eu sou santo. (1 Pe 1.14-16)
“Como purificará o jovem o seu caminho? Observando-o conforme a tua palavra.” (Salmo 119.9)
“Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti.” (Salmo 119.11)

3. A ESTRUTURA DA BÍBLIA

A Bíblia se divide em duas partes: Antigo e Novo Testamento (AT/NT) A palavra Testamento significa “aliança”, “pacto”. O Antigo Testamento (Antiga Aliança) foi celebrado entre Deus e o povo de Israel.(os judeus) O Novo Testamento (Nova Aliança) foi celebrado entre Deus e sua a igreja. (no sangue de Jesus). O Antigo Testamento trata da promessa de enviar o Salvador (Messias) ao mundo através de Israel. O NT trata do cumprimento desta promessa. Em outras palavras: no Antigo Testamento o “Messias virá.” No Novo Testamento o “Messias já veio” Cristo ao ressuscitar dentre os mortos nos deixou outra promessa: Ele voltará a qualquer momento para levar para si aqueles que viveram na terra segundo sua Palavra.

4. PORQUE DEVEMOS LER A BÍBLIA?

4.1 Ela é a Palavra viva de Deus

Deus usa a Sua Palavra para falar conosco quando a lemos com reverência e humildade.
“Quando caminhares, te guiará; quando te deitares, te guardará; quando acordares, falará contigo.” (Provérbios 6.22)
“Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração.” (Hebreus 4.12)

4.2 Ela é o alimento para nossa alma

“E Jesus lhe respondeu, dizendo: Está escrito que nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra de Deus.” (Lucas 4.4)
“O espírito é o que vivifica, a carne para nada aproveita; as palavras que eu vos disse são espírito e vida.” (João 6.63)
“Propondo estas coisas aos irmãos, serás bom ministro de Jesus Cristo, criado com as palavras da fé e da boa doutrina que tens seguido.” (1 Timóteo 4. 6)

4.3 Ela nos proporciona conforto e paz

“Porque tudo o que dantes foi escrito, para nosso ensino foi escrito, para que pela paciência e consolação das Escrituras tenhamos esperança. Ora, o Deus de paciência e consolação vos conceda o mesmo sentimento uns para com os outros, segundo Cristo Jesus.” (Romanos 15.4,5)
“Achando-se as tuas palavras, logo as comi, e a tua palavra foi para mim o gozo e alegria do meu coração; porque pelo teu nome sou chamado, ó Senhor Deus dos Exércitos. (Jeremias 15.16)
“Os preceitos do Senhor são retos e alegram o coração; o mandamento do SENHOR é puro, e ilumina os olhos.” (Salmos 19.8)

4.4 Ela dirige nossos passos

“Lâmpada para os meus pés é tua palavra, e luz para o meu caminho.” (Sl 119.105)
“Porque o mandamento é lâmpada, e a lei é luz; e as repreensões da correção são o caminho da vida” (Provérbios 6.23)
“Jesus, porém, respondendo, disse-lhes: Errais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus.” (Mateus 22.29)

4.5 Ela é nossa arma de ataque e de defesa contra Satanás

“Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a Palavra de Deus” (Efésios 6.17)
“Toda a Palavra de Deus é pura; escudo é para os que confiam nele.” (Provérbios 30.5)

4.6 Ela é proporciona nosso crescimento na graça e no conhecimento de Cristo

“Antes crescei na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo. A ele seja dada a glória, assim agora, como no dia da eternidade. Amém.” (2 Pedro 3.18)
“Desejai afetuosamente, como meninos novamente nascidos, o leite racional, não falsificado, para que por ele vades crescendo. Se é que já provastes que o Senhor é bom” (1 Pedro 2. 2,3)

4.7 Ela é nos capacita a falar a verdade

“Se alguém falar, fale segundo as palavras de Deus; se alguém administrar, administre segundo o poder que Deus dá; para que em tudo Deus seja glorificado por Jesus Cristo, a quem pertence a glória e poder para todo o sempre. Amém.” (1 Pedro 4.11)
“Antes, santificai ao Senhor Deus em vossos corações; e estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a qualquer que vos pedir a razão da esperança que há em vós” (1 Pedro 3.15)

5. MANUSEANDO A BÍBLIA

O nome dos livros da Bíblia podem aparecer por extenso ou abreviados. Exemplos: Jo (João) Gn (Gênesis ); Lc (Lucas); Sl (Salmos). Observe abaixo como é feito a leitura de uma referência bíblica:
  • Lc 1.8 – Lucas capítulo um, versículo oito (ou Lucas capítulo um, verso oito)
  • Ap 3.4,5 – Apocalipse capítulo três, versículos quatro e cinco.
  • Fp 3.4-7 – Filipenses capítulo três, versículos quatro a sete.
  • Mc 8.15, 20, 38 – Marcos capítulo oito versículo quinze, vinte e trinta e oito.
  • Mc 8.15, 20–38 – Marcos capítulo oito versículo quinze, vinte ao versículo trinta e oito.
  • Jo 2.7; 8.10 – João capítulo dois verso sete e capítulo oito versículo dez (o ponto e vírgula separa os capítulos de um mesmo livro)
  • Jó 42.5 – Jó capítulo quarenta e dois versículo cinco.
  • Fm 9 – Filemom versículo nove(Há livros que só possuem um capítulo, neste caso só citamos os versículos. Outros livros que possuem apenas 1 capítulo: 2 João, 3 João e Judas)
  • 3 Jo 3–5 –Terceira de João versículos três a cinco.
  • Jo 10.10a – João capítulo 10 versículo 10 parte a
  • Jo 10.10b – João capítulo 10 versículo 10 parte b
OBS: Também se usa dois pontos ( : ) para separar o capítulo dos versículos: Veja o exemplo:Lc 1:8

6. A APLICAÇÃO DA BÍBLIA

A Bíblia deve ser lida não para acumularmos conhecimentos, mas para que nossa vida seja transformada. Ela revela o caráter de Deus, logo uma leitura atenciosa com disposição para a obediência nos proporcionará uma mudança radical em nosso caráter. Isto se chama santificação. Então é conveniente quando estivermos lendo uma porção das Escrituras perguntarmos a nós mesmos:
  • Há neste texto alguma ordem que devo obedecer?
  • Há neste texto algum exemplo que devo seguir?
  • Há neste texto algum pecado que devo abandonar ou evitar?
  • Há neste texto alguma promessa que se aplica a mim?
“A Bíblia é uma mina de diamantes, um colar de pérolas, a espada do espírito; um mapa pelo qual o cristão navega para a eternidade; o roteiro pelo qual anda todos os dias; o relógio pelo qual acerta sua vida; a balança com a qual pesa suas ações.” (Thomas Watson)
“Por esta razão, pois, te admoesto que reavives o dom de Deus que há em ti pela imposição das minhas mãos.” (2 Timóteo 1.6)

Veja abaixo a série de Estudos Discipulado:

2 Coríntios 4.13

A Palavra de Deus Muda as Coisas

Tendo, porém, o mesmo espírito da fé, como está escrito: Eu cri; por isso, é que falei. Também nós cremos; por isso, também falamos,
2 Coríntios 4.13
Deus criou com palavras tudo o que vemos. Deus disse: “Haja luz” e houve luz. Hebreus 11.3 diz que tudo que é visível foi criado a partir do invisível. Deus tem bênçãos estocadas para você no reino espiritual que você não pode não estar experimentando, mas elas existem.
Diga palavras positivas hoje e chame todas essas coisas que não são (que são invisíveis) em sua vida (veja Romanos 4.17). Se enfrentar algum problema hoje, diga: “Meu problema é temporário. A Palavra de Deus diz que sou mais que vencedor por causa do amor de Cristo por mim. Embora ainda não veja as respostas, Deus providenciará tudo de que necessito”.

2/24/2016

TEMA: SOMOS SALVOS PARA SERVIR

TEMA: SOMOS SALVOS PARA SERVIR

INTRODUÇÃO
Vamos estudar hoje: Deus nos salvou e nos fez sacerdotes reais para servi-Lo. Devemos vigiar o nosso coração para servir a Deus. Conhecer mais de Deus para servi-Lo. Viver sempre servindo a Deus como Ele quer: com alegria, louvor, gratidão, prazer, firmeza e constância. Servir a Deus é um grande privilégio e é uma grande benção para nós.

1) DEUS NOS SALVOU PARA SERVI-LO
Em Mal. 1:6-7 diz: “O filho honrará o pai, e o servo ao seu senhor: e se Eu sou o Pai, onde está a minha honra? e se Eu sou o Senhor onde está o meu temor? Diz o Senhor dos Exércitos"... Todas as coisas foram criadas por Deus, tanto as do Céu como as da Terra. Deus quer ser glorificado, adorado e servido por todas as coisas que Ele criou (Sal. 148:1-14).
Deus quer que nós O honremos e temamos. Temor significa respeito, reverência e reconhecimento do que Deus realmente é. Deus criou o Homem santo, puro e sem pecado. Deus deu ao Homem o domínio sobre tudo o que há em toda a face da Terra (Gen. 1:26-28), pois o Homem é a obra-prima e a coroa da criação de Deus.
Diante de tamanha benção que o Homem recebeu, Deus esperava ser servido e adorado pelo Homem. Este Homem, todavia, desviou-se deste ideal, desobedeceu a Deus e degenerou-se. Deus, em seu incomparável amor, operou em nós a fé, para crermos na obra redentora de Cristo no Calvário. Assim, salvou-nos para servi-Lo.
E, para que possamos servi-Lo ainda melhor, colocou em nosso espírito o Seu Espírito Santo, como um selo, que é o penhor ou a garantia da nossa salvação eterna (Ef. 1:13-14; 2a Cor. 1:22). Deus quer ser servido, louvado e adorado por cada um de nós. Devemos servi-Lo com pureza de coração e santidade de vida. Essa é a razão da nossa existência neste Mundo. Temos uma dívida de serviço, louvor e adoração para com Deus (Isaias 44:21-2243:7 e v. 21; Sal. 29:2).

2) DEUS NOS FEZ SACERDOTES REAIS
sacerdoteSomos embaixadores de Cristo na Terra (2a Cor. 5:20), isto é, somos sacerdotes do Rei Jesus. Todo salvo já é um sacerdote, porque Deus nos fez sacerdotes reais para servi-Lo. Três são as principais funções do sacerdote: (A) apresentar o povo a Deus em oração. (B) interceder, suplicar, pedir pelo povo. (C) alimentar espiritualmente o povo, ensinar a Palavra, (apascentar), etc...
Recebemos um ministério sacerdotal ou sacerdócio real, cuja finalidade é anunciar a virtude ou o poder de Deus, para que outros também recebam a mesma benção que nós recebemos. Somos, portanto, participantes do Reino de Deus, sacerdotes do Rei eterno, o Rei da Glória, salvos por Cristo para servir ao seu Reino.
Porém é necessário que Cristo reine primeiro em nós, para então, Cristo reinar através de nós, e isto é para nós um grande privilégio (Luc. 12:31-32; 1a Ped. 2:9).

3) VIGIEMOS O CORAÇÃO PARA SERVIR A DEUS
A Bíblia nos ensina que os nossos caminhos, atitudes e decisões, mesmo que pensemos serem exclusivamente nossos, não o são. Se alguém não quer servir a Deus, estará, mesmo que não queira, servindo a si mesmo, ao pecado e ao Diabo, ainda que inconscientemente. Se nos achegarmos a Deus, fazendo-Lhe a vontade, servindo-O e adorando-O, Deus nos influenciará a tomarmos as boas decisões e a vivermos nos seus bons caminhos. Então seremos abençoados.
Se, porém, quisermos viver segundo a nossa própria cabeça ou coração, tomaremos decisões e seguiremos caminhos contrários à vontade de Deus. Seremos ‑ mesmo sem querer – influenciados pelo pecado e pelo Diabo. Isto certamente nos trará muitos males e grandes sofrimentos.
Somos influenciados em tudo. Nós não podemos ficar neutros. Mesmo que alguém diga que é dono do seu nariz e faz o que quer, a Bíblia nos ensina que não somos donos de nós mesmos, mas somos propriedade exclusiva de Deus. A Bíblia diz que somos servos daquele a quem nos apresentarmos. Se nos apresentarmos a Deus, seremos servos de Deus, mas se não quisermos ser servos de Deus, estaremos servindo automaticamente ao pecado, até mesmo inconscientemente.
Por isso, vigiemos sempre o nosso coração para que ele não nos engane, achegando-nos sempre a Deus e servindo-O, estudando a Bíblia e orando (Prov.4:237:2-320:2428:26Jeremias 10:2317:9;Lucas 21:34Rom. 6:16-18).

4) CONHEÇA MAIS DE DEUS PARA SERVI-LO
adorarDevemos nos esforçar para conhecer mais de Deus, estudando a Bíblia todos os dias, lendo primeiro o Novo Testamento e a seguir o Antigo. Depois disto, devemos iniciar o estudo dos versículos, podendo usar as referências do rodapé.
É bom adquirir uma concordância bíblica completa e um bom dicionário bíblico. Isto facilitará muito a localização dos versículos correlatos, (isto é, que tratam do mesmo assunto) porém, abordando-o de forma diferente.

Estudo da Bíblia, vida de oração, Escola Dominical e os cultos da Igreja devem ser o ponto alto de nossa vida. Dessa forma, rapidamente conheceremos mais de Deus, conforme o exemplo do estudo sistemático da Bíblia, que nos dá essa figura. Então Deus aumentará a nossa fé, e sobre a fé acrescentará: virtude, ciência, temperança, paciência, piedade, amor fraternal e caridade. Desta forma não ficaremos ociosos no conhecimento de Deus nem no servi-Lo (Rom. 10:17; Sal. 1:1-6; 2aPed. 1:2-9).

5) VIVA SEMPRE SERVINDO A DEUS
É necessário vigiar o nosso modo de viver em todas as áreas. Na vida familiar, no trabalho, com os vizinhos, etc., que tudo esteja compatível com o Evangelho de Jesus Cristo. E, sempre que possível, devemos anunciar aos outros as nossas experiências com o amor e o poder de Deus (Atos 5:42Marc. 5:19). Participar dos cultos ao ar livre, distribuir folhetos, visitar hospitais, orar pelos doentes, convidar pessoas para virem à Igreja, etc... Se fizermos assim, Deus nos abrirá os olhos espirituais e nos dará sabedoria, discernimento e direção para que não erremos (Rom. 8:14). Essa figura nos suge-re pré-disposição para ser-virmos a Deus. Amém.

6) SIRVA A DEUS COMO ELE QUER
Em 1a Cor. 9:16-17 Paulo diz: se anuncio o Evangelho de boa vontade terei galardão; mas, se de má vontade, apenas uma dispensação me é confiada. No livro de Jonas, vemos que Deus cumpriu a Sua Palavra, salvando, pela pregação de Jonas, 120 mil pessoas que se arrependeram, na cidade de Nínive. Porém Jonas perdeu o galardão porque o fez de má vontade.
Assim, em todas estas coisas e outras mais, devemos sempre servir a Deus como Ele quer: servir com alegria, louvor, prazer, regozijo, gratidão; e ainda com boa vontade, firmeza, constância e abundância, e Ele nos recompensará (Sal. 100Sal. 37:4 e v. 7; Filip. 4:4; Col. 3:15; 1a Cor. 15:58). Não vivamos inquietos nem ansiosos, porque Jesus cuida de nós (Filip. 4:6; 1a Ped. 5:7). Descansemos em Cristo, servindo-O todos os dias e em todas as áreas da nossa vida. Amém.
7) SERVIR A DEUS É UMA BÊNÇÃO
Em Mal. 3:18 está escrito: “Então vereis outra vez a diferença entre o que serve a Deus e o que O não serve.” Assim aconteceu no Dilúvio, em Sodoma e Gomorra e na passagem pelo Mar Vermelho, quando Deus salvou aqueles que O serviam. Porém os que não serviam a Deus foram destruídos. Essa diferença terrível vai acontecer outra vez.
Em breve, Jesus vem arrebatar os que servem a Deus. E os que O não servem receberão todos os juízos e flagelos do Apocalipse. O fato de alguém não querer servir a Deus já é um pecado. No entanto, servir a Deus é um privilégio e uma grande benção.
servirServindo a Deus, seremos o sal da Terra e a luz do Mundo. Cristo brilhará através de nós. A Terra será temperada com o sal da Palavra de Deus e sarará (Mat. 5:13-16). A Nação que não quer servir a Deus sofre terrivelmente (Juizes 10:6-10 e v.16; 11:29 e v. 33). “Bem-aventurada é a Nação cujo Deus é o Senhor” (Sal. 144:15; 33:12). Deus promete retirar de nós as enfermidades e nos dar fartura se O servirmos (Êxodo 23:25). Servir a Deus nos fará amigos íntimos e estreitados d'Ele (João 12:2614:23; 15:15-16 e v. 20). Todos nós temos necessidade de servir a Deus. Somos salvos para servir e isso é muito bom para nós. Amém.

A) APELO
 Este estudo aplica-se mais aos salvos. Se alguém, no entanto, ainda não nasceu de novo e não tem certeza da salvação, arrependa-se e creia pela fé que os seus pecados crucificaram Jesus. Creia que Cristo já recebeu na cruz o castigo que você merecia, e receba hoje pela fé o perdão e a salvação (Romanos 3:20 e v. 28; Efésios 2:8-9; Isaias 53:4-6).

CONCLUSÃO
Deus nos salvou e nos fez sacerdotes reais para servi-Lo. Devemos vigiar o nosso coração. Conhecer mais de Deus para servi-Lo e não sermos enganados. Nossa vida material deve em tudo ser compatível com a Palavra de Deus. Devemos anunciar aos outros o que Deus já fez em nossas vidas. Convidar pessoas para virem à Igreja. Servir a Deus com alegria e louvor, regozijo e gratidão, firmeza e constância, abundância e boa vontade. Deus promete retirar de nós as enfermidades e nos dar fartura. Todos nós temos necessidade de servir a Deus e isto é um grande privilégio, é uma bênção e nos fará íntimos de Deus. Lembremos sempre que somos salvos para servir. Leia a Bíblia. Comece pelo Novo Testamento e a seguir o Antigo. Amém

numeradas

SOS

SOS

Biblia online

Bíblia Online
Gadget feito do site Bíblia Online

Google+ Followers

banner Davi vence Golias